a nossa história

 

O Passeio de Flutuação do Rio Sucuri existe como atividade turística desde a década de 1990. Neste período já recebeu muitos turistas de todos os lugares do Brasil e do mundo. Intimamente ligada a história fazenda São Geraldo. A propriedade está localizada no município de Bonito-Mato Grosso do Sul, fica a aproximadamente 30 minutos do centro de Bonito; possui infraestrutura completa com vestiários, banheiros, restaurante e inclusive área de lazer e descanso, repleta de árvores, pés de frutas, piscina e bancos para sentar ao ar livre e redário.
Uma fazenda centenária da região. A Fazenda São Geraldo, foi adquirida pela família em 1908 por Cândido Pinheiro e seus irmãos. Em 1971 foi construída a casa de madeira ao lado do restaurante do atrativo turístico. O antigo galpão da fazenda também foi construído nesse mesmo ano, local onde hoje é utilizado para exposição de artes dos artesões locais eventualmente exposições de conteúdos ambientais provenientes do monitoramento ambiental constante da RPPN São Geraldo.

  Antigamente chamada de Fazenda Triunfo e seu tamanho original era de 32.000 hectares de pastagem nativa, Cerrados empastados, várzeas alagadiças e pequena extensão de mata, 10% da área.

Atualmente a fazenda São Geraldo possui uma área de 8.663 hectares adquirida por herança, o que era antes nome de uma invernada passou a ser o nome da fazenda (São Geraldo).

A sede administrativa era a fazenda São Luíz na cidade de Bela Vista (distante 50km em linha reta). O gado era levado até lá uma ou duas vezes por ano para marcar, castrar, divisar, comer sal, amansar e apartar para venda. Também não existiam cercas de divisas com fazendas vizinhas e todos trabalhavam juntos para reconhecer o seu animal e colocar o seu sinal (divisa). A Fazenda tinha umas 12 pessoas e com os vizinhos totalizavam 50 para esse serviço. Plantava-se somente mandioca e um pouco de milho que era guardado em espiga para o trato das galinhas.

Geraldo Majella Pinheiro, atual proprietário da Fazenda, neto de Cândido Pinheiro, descreve algumas de suas lembranças de infância entre elas como era a sede da fazenda naquela época; “Era uma casa de barro batido, coberta de sapé. Morávamos na cidade de Aquidauana e a fazenda que frequentávamos assiduamente era na cidade de Bela Vista, fazenda São Cândido. Vínhamos para a fazenda São Geraldo uma a duas vezes por ano e ficávamos de 10 a 15 dias. Não existia ponte sobre o rio Formoso. Para se ir a cidade de Bonito, tinha que dar a volta pela fazenda Curé (rio da Prata). Quando chovia formavam muitos atoleiros nas estradas. Somente era viável vir até a fazenda São Geraldo no período de seca. A casa era muito agradável, ficava no mesmo lugar aonde está a cozinha do restaurante atual, hoje sede do atrativo turístico do Rio Sucuri.”  (Geraldo Majella Pinheiro) 

Em 1971 foi construída a casa de madeira ao lado do restaurante, atual sede e receptivo do atrativo turístico do Rio Sucuri. O antigo galpão da fazenda também foi construído nesse mesmo ano, esse galpão hoje é utilizado para exposição de artes de artesões locais e exposição de materiais ambientais da RPPN São Geraldo

História da Fazenda resumida

  • Década de 10 – Aquisição da fazenda São Geraldo em 1908. Período de manejo bastante primitivo

  • Década de 20 – Vinda de Sebastião Carvalho de Toledo para morar na região.

  • Década de 30 – Falecimento de Cândido Pinheiro onde por herança foi recebido 8.663ha por seu filho Cândido Pinheiro Filho.

  • Década de 40 – Cândido Pinheiro Filho efetivamente começou a administrar a propriedade

       Uma seca muito forte prejudicou os fazendeiros de toda região. Cândido Pinheiro vende 500 hectares da         fazenda São Geraldo a seu amigo e vizinho, pois este precisava de uma ‘’águada” (terreno com água                 disponível). A área vendida é onde se encontra hoje a Nascente do RIO FORMOSO, importante rio da               região. 

 

  • Década de 50 – a fazenda tornou-se rentável com a pecuária.

  • Década de 60 – em 1966, Geraldo Majella Pinheiro aos 22 anos, iniciou os trabalhos na fazenda como gerente auxiliando o pai Cândido Pinheiro Filho. Os pastos que antes eram de capins nativos (capim-limão, carona, barba de bode), foram melhorados neste período com a implantação do capim Jaraguá em toda a fazenda.

  • Década de 70 – substituição do pasto Jaraguá por braquiária e Lavoura.

  • Década de 80 – Falecimento de Cândido Pinheiro Filho. Nesse período a fazenda passou da pecuária para a agricultura, foram plantados 6 mil ha de lavoura de soja, milho, aveia e trigo. Em 1983 início das atividades extração de calcário sedimentar. 

  • Década de 90 – Falecimento de D. Alda Corrêa Pinheiro em 1994. Retorno as atividades de pecuária. Geraldo Majella Pinheiro recebe por herança a propriedade.

- Criação da RPPN São Geraldo em 21 de maio de 1999, foi uma das primeiras estabelecidas no Mato Grosso do sul com o objetivo da conservação da natureza e a proteção das nascentes do Rio Sucuri. 

 

Antigos e atuais proprietários da fazenda São Geraldo

  1. Cândido Pinheiro e Perciliana Pinheiro

  2. Cândido Pinheiro Filho e Alda Corrêa Pinheiro

  3. Geraldo Majella Pinheiro e Josiene de Freitas Pinheiro

  • Instagram Rio Sucuri
  • Facebook Rio sucuri
  • Pinterest Rio Sucuri
  • Youtube Rio Sucuri

© 2020 Todos os Direitos Reservados Rio Sucuri Ecoturismo

casa de madeira de 1956 receptivo atual do Rio Sucuri