Uma história centenária;

A Família Cândido Pinheiro é originária do estado do Paraná, vieram para o antigo estado do Mato grosso ocupando grande extensões de terras, numa região pouco habitada. A Propriedade foi adquirida pela família no ano de 1908 por Candido Pinheiro, o nome original da propriedade era Fazenda Triunfo e possuía área de 32.000 ha, localizava-se ao sul de Miranda, onde hoje é o município de Bonito. Em sua área encontrava-se as nascentes de dois rios; Formoso e Sucuri.

Em 1920 Sebastião Carvalho de Toledo, filho de Cândido Pinheiro, mudou-se para a fazenda para gerencia-la.

 

Cândido Pinheiro Faleceu na década de 1930, quando suas propriedades foram divididas entre seus herdeiros; Candido Pinheiro Filho, Sebastião Carvalho de Toledo, e Cel. Rubens de Toledo. Essas terras então formaram novas propriedades onde, Cândido Pinheiro Filho batiza a seu propriedade de Fazenda São Geraldo com uma área de 8.633 há (o que constituía uma das invernadas da fazenda original).

Até a década de 1970 a atividade principal da fazenda era o manejo de gado em função da pecuária. Na década seguinte a atividade principal da fazenda passa então da pecuária para a agricultura, sendo plantado seis mil hectares de lavou da soja, milho, aveia e trigo.

 

A década de 1990 trouxe novas mudanças para a fazenda com a chegada do turismo no município de Bonito. A fazenda começa então a receber visitantes nas nascentes do rio Sucuri, com isso algumas modificações se fizeram necessárias para adaptar a fazenda e esse novo seguimento em desenvolvimento.

 

Cândido Pinheiro Filho faleceu na década de 1980 e sua esposa em 1994 passando por herança a escritura para seu filho Geraldo Majella Pinheiro. Nos anos seguintes a agricultura em larga escala foi substituída novamente pela pecuária, porém com uma tecnologia mais moderna.

Em 1999 Geraldo Majella Pinheiro visando a conservação da natureza e a proteção das nascentes do rio Sucuri decide por ato voluntário criar a RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural).

Hoje na quinta geração da família, as áreas de atividades do atrativo turístico e seus entornos, é protagonizada pelo trineto de Cândido Pinheiro.

CURIOSIDADES

 

O receptivo do passeio do Rio Sucuri é de 1971, antiga sede da fazenda, feita com madeiras retiradas da própria fazenda, principalmente aroeira, constituindo-se numa das mais belas construções desse tipo no município.  

 

 

O antigo engenho e galpão foram construídos em 1956, hoje o local dedicado a exposição de artes dos artesãos local e exposições de conteúdos ambientais promovidos pelo passei turístico.  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em 1947 uma seca muito forte prejudicou os fazendeiros de toda região, o que motivou Cândido Pinheiro Filho a vender 500 ha da propriedade a seu amigo e vizinho, pois este precisava de uma “aguada” (terreno com água disponível). A área vendida é onde se encontra hoje a nascente do rio Formoso.

 

 

 

 

 

 

 

A criação da RPPN foi uma das primeiras a ser estabelecidas no estado de Mato Grosso do Sul com área de 642 há em 21 de maio de 1999, por ato voluntário pela conservação da natureza e a proteção das nascentes do rio Sucuri.

casa de madeira de 1956 receptivo atual do Rio Sucuri
casa de madeira de 1956 receptivo atual do Rio Sucuri

casa de madeira de 1956 receptivo atual do Rio Sucuri
casa de madeira de 1956 receptivo atual do Rio Sucuri

casa de madeira de 1956 receptivo atual do Rio Sucuri
casa de madeira de 1956 receptivo atual do Rio Sucuri

1/2
antiga casa sede, atual restaurante.
antiga casa sede, atual restaurante.

antiga casa sede, atual restaurante.
antiga casa sede, atual restaurante.

antiga casa sede, atual restaurante.
antiga casa sede, atual restaurante.

1/2